ABEM - Associação Brasileira de Educação Musical, XIII ENCONTRO REGIONAL NORDESTE DA ABEM

Tamanho da fonte: 
O ensino de música para alunos cegos e videntes em classe regular de ensino por meio dos jogos musicais: um relato de experiência.
ELIZA Oliveira Rocha

Última alteração: 2016-09-21

Resumo


Este trabalho apresenta um relato de experiência pedagógico-musical no formato de oficina de música, em que foram utilizados jogos musicais com alunos cegos e alunos videntes no contexto de classe regular de ensino, fruto de um recorte de nossa pesquisa de mestrado. Para tanto sinalizaremos o jogo musical como ferramenta para compreensão e interação com o objeto musical e com os colegas; além de demonstrarmos a reelaboração que o professor pode fazer a partir de experiências didáticas de educadores musicais como Dalcroze, Orff, Martenot, Koellreutter e Gainza; e por fim, discorreremos sobre as descobertas surgidas durante o processo da oficina, baseadas na observação da conduta musical dos alunos participantes. Esta pesquisa, de caráter analítico descritivo e abordagem qualitativa, utilizou da modalidade de pesquisa-ação. O processo de ensino-aprendizagem da oficina foi verificado através da observação da conduta musical de seis alunos, que representaram o universo de alunos que participaram da oficina. Os dados foram coletados em pesquisa de campo, através de observação pessoal direta, registros de aulas por meio de relatórios, fotos, gravações em áudio e vídeo, além de entrevistas semiestruturadas buscando obter o feedback dos alunos com relação à proposta em questão. Os resultados revelam que a oficina de música, como um lugar de construção de conhecimento musical, se aplica a qualquer público participante; também percebemos que os jogos musicais permitiram descobertas de sonoridades corporais e instrumentais diversificadas; e ainda a importância da audiodescrição no trabalho com os alunos cegos, a fim de possibilitar o acesso aos bens culturais.


Texto completo: PDF