ABEM - Associação Brasileira de Educação Musical, XVII ENCONTRO REGIONAL SUL DA ABEM

Tamanho da fonte: 
Diversidade nas Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica: reflexões para a educação musical
Rafael Prim Meurer

Última alteração: 2016-10-02

Resumo


Neste trabalho, o documento que se apresenta como foco de análise é o texto intitulado Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica – DCNGEB. A partir de uma breve análise, são realizadas reflexões acerca das formas que a temática da diversidade aparece no documento e do caráter impreciso das diretrizes neste aspecto, traçando reflexões para a área da educação musical. O documento analisado propõe alguns valores, objetivos e ideais que são, no mínimo, controversos na literatura especializada sem apresentar maiores detalhamentos. Observou-se que, apesar de os valores referentes à diversidade serem postos como deveres da escola, os professores não aparecem como responsáveis pela efetivação destes. Conclui-se que o maior desafio no trabalho com a diversidade musical na escola está na formação dos professores, estes que tem suas identidades e que, antes de seus alunos, precisam aprender a enfrentar, trabalhar com, responsabilizar-se com e provocar a diversidade consigo próprios, com seus pares e, então, em consequência, com seus alunos.

Texto completo: PDF