Modernidade e Modernismo na Iniciação Musical e nas práticas educativas de Liddy Chiaffarelli Mignone

Inês Rocha

Resumo


Este ensaio tem como objetivo analisar o curso de Iniciação Musical desenvolvido por Liddy Chiaffarelli Mignone, estabelecendo conexões entre as práticas educativas musicais adotadas e os pressupostos pedagógicos do curso, considerando um contexto social de modernidade e o movimento cultural denominado no Brasil como Modernismo.  A Iniciação Musical apresentou particularidades em sintonia com a forma como a modernidade configurou-se no Brasil, e que, no presente texto, é pensado em torno das dualidades continuidades/rupturas, tradição/novo e global/local.  Como referencial teórico, recorre-se, neste trabalho, às análises e concepções de autores como Zygmunt Bauman, Stuart Hall, Anthony Giddens, Nestor Garcia Canclini, Neide Resende, Eduardo Moraes, dentre outros, que contribuíram para a compreensão da modernidade e do Modernismo, visando melhor conhecer o ensino de música nas décadas de 1930 a 1950.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN eletrônico: 2358-033X
ISSN impresso: 1518-2630

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.